Métodos de Seleção do Procedimento Concursal na Administração Pública

Formador/a: Margarida Segurado

225.00

16 de novembro 2023 15 de junho 2023 16 de novembro 2023
Limpar
196ED/MSPCAP

Description

Com a realização deste curso pretende-se promover e/ou aprofundar conhecimentos relativamente ao processo de recrutamento de pessoas na Administração Pública, em particular no que diz respeito à aplicação dos métodos de seleção. Neste sentido pretende-se que os participantes fiquem aptos a distinguir os diferentes métodos que tem ao seu dispor para realizar o recrutamento nos procedimentos concursais sendo capazes de identificar as características de cada um deles face aos objetivos e situações concretas que tem em presença. Conheça os Métodos de Seleção adequados aos procedimentos concursais na Administração Pública.

Objetivos Gerais
Promover e/ou aprofundar conhecimentos relativamente ao processo de recrutamento de pessoas na Administração Pública
Objetivos Especificos
Identificar os aspetos a considerar no planeamento dos procedimentos concursais na AP
Reconhecer as diferenças e características dos diferentes métodos de seleção
Elaborar um procedimento concursal comum e de constituição de reservas de recrutamento
Programa
1. Introdução (2 h)
1.1. A Reforma da Administração Pública portuguesa e a necessidade de uma gestão estratégica do capital humano
1.2. Metodologia de gestão por competências na A.P. e perfis de funções
1.3. O mérito, a isenção, a neutralidade e a transparência enquanto princípios do procedimento concursal

2. Procedimento Concursal (4 h)
2.1. O procedimento Concursal para a ocupação de postos de trabalho
2.2. O Procedimento de Recrutamento Centralizado
2.3. As Reservas de recrutamento
2.4. O Procedimento Concursal Comum
2.5. A Bolsa de Emprego Público

3. Métodos e técnicas de seleção (8 h)
3.1. Provas de conhecimento
3.2. Avaliação curricular
3.3. Avaliação psicológica
3.4. Entrevista profissional de seleção
3.5. Entrevista de avaliação de competências
3.6. Curso de formação específica (ações de formação à medida, com avaliação final)
3.7. Outros métodos de seleção
Destinatários/as
Técnicos Superiores de Recursos Humanos da Administração Pública
Pré-Requisitos
Este curso não apresenta pré-requisitos
Formador/a
Margarida Segurado
Coordenador Pedagógico
Mariza Moreira
Metodologias de Formação
Todas as ações de formação abrangem métodos e técnicas de formação diversificadas, adequadas pelos formadores às características dos formandos, aos conteúdos a abordar e ao momento formativo. Recorremos sempre a metodologias adequadas aos adultos. Serão utilizadas diferentes metodologias de formação, como método expositivo; interrogativo, demonstrativo e ativo. Simultaneamente serão trabalhadas as técnicas de: debate, brainstorming e trabalhos práticos individuais. Nesse sentido, a formação é desenvolvida com uma componente essencialmente prática, tendo em conta os interesses e as motivações do formando, de modo a permitir-lhe aperfeiçoar os seus saberes e capacidades, rentabilizando-as em todas as esferas da sua vida.
Métodos de Avaliação
Em termos de avaliação, enquanto componente do processo formativo, procura-se garantir um sistema formal e rigoroso de avaliação, beneficiando as seguintes metodologias: Avaliação diagnóstica; Avaliação contínua: Avaliação sumativa; Avaliação de desempenho dos formadores; Avaliação da formação – questionários de satisfação do formando e formadores.
Certificação
O Certificado Profissional da INCURSO é emitido no fim da formação através do Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa (SIGO), na área criada especificamente para o registo das ações de formação não inseridas no Catálogo Nacional de Qualificações, ao abrigo do n.º 6 do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 396/2007, de 31 de Dezembro e Portaria n.º 474/2010, de 8 de Julho, ficando associado ao Passaporte Qualifica - Registo Individual de Competências do formando.
- No final do curso os formandos que obtiverem registarem assiduidade mínima de 80% e aproveitamento têm direito a um Certificado de Formação Profissional conforme legislação em vigor.
- Os formandos sem assuidade mínima e/ ou aproveitamento recebem uma Declaração de Frequência de Formação Profissional, na qual onde constará carga horária e módulos da formação.
Mais informação