NOVO

Programa Avançado Proteção Civil I

Coordenação Científica: José Fernando Alves

700.00

09 de abril 2024
Limpar
PED/PAPC

Description

O Programa Avançado de Proteção Civil – Nível I (UFCD 5882) foi desenvolvido para atender às exigências emergentes no âmbito das mudanças legislativas relativas à Proteção Civil em nível municipal. Com base no Decreto-Lei n.º 44/2019, de 1 de abril, que reforça as competências dos municípios nessa área, o curso é projetado para capacitar os profissionais dos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC) com conhecimentos e habilidades técnicas específicas necessárias para suas funções.
Este curso foi concebido para responder às crescentes necessidades de capacitação no âmbito da Proteção Civil municipal, em linha com as competências reforçadas atribuídas aos municípios, particularmente no contexto do aprimoramento dos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC).

O objetivo principal deste programa é oferecer uma formação abrangente e especializada para os trabalhadores dos SMPC, permitindo-lhes adquirir competências técnicas e operacionais para o desempenho eficaz de suas funções de coordenação e gestão de situações de emergência e desastre em nível municipal.

O Programa Avançado de Proteção Civil – Nível I, que se baseia nos conteúdos curriculares definidos pelo Ministério da Administração Interna, nomeadamente na Geografia do Território e Introdução a Sistemas de Informação Geográfica (SIG) (UFCD 5882) , oferece uma base sólida para o entendimento do território e sua gestão eficaz em situações de proteção civil.

Objetivos Gerais
O programa oferece uma base sólida para compreender o território e a sua gestão eficaz em situações de proteção civil, com especial ênfase na Geografia do Território e Introdução a Sistemas de Informação Geográfica (SIG) (UFCD 5882).
Ao longo do curso, os participantes desenvolvem competências essenciais e conhecimentos práticos para lidar com as dinâmicas geográficas, demográficas e ambientais relevantes para a Proteção Civil.
Objetivos Especificos
- Identificar a posição geográfica de Portugal – localização, características e atividades.
- Utilizar técnicas diversificadas de análise espacial em diferentes escalas.
- Relacionar as características físicas do território com os seus recursos.
- Descrever as dinâmicas demográficas da população portuguesa.
- Utilizar tecnologias e ferramentas SIG em aplicações limitadas.
Programa
Sessão de Apresentação

Geografia do Território e Introdução aos SIG (50H)
1. Conceitos geográficos essenciais
1.1. A geografia como ciência da superfície - pontos linhas e polígonos
1.2. Localização Absoluta - sistemas de coordenadas geográficas
1.3. Uso de GPS e registo de posição
1.4. Métodos de orientação
1.5. Escalas de análise dos fenómenos - escala gráfica e escala numérica
1.6. Representação do relevo - mapas topográficos e cortes topográficos, mapas hipsométricos
1.7. Plantas e cartografia temática
1.8. Interpretação de imagens de satélite, ortofotos e fotografia aéreas.

2. Clima
2.1. Estrutura da atmosfera - composição química e propriedades físicas
2.2. Elementos de clima - temperatura, humidade e pressão atmosférica
2.3. Centros de pressão globais e ventos gerais - vento e movimento de massas de ar
2.4. Análise de cartas meteorológicas com condições habituais em Portugal
2.5. Construção de gráficos termo-pluviométricos
2.6. Regiões climáticas portuguesas.

3. Geologia
3.1. Unidades geomorfológicas de Portugal
3.2. Litologia da crusta terrestre
3.3. Tectónica das placas e dinâmicas geofísicas associadas - sismos, vulcões e orogénese.

4. Recursos hídricos
4.1. Redes hidrográficas e bacias hidrográficas
4.2. Águas superficiais e subterrâneas
4.3. Interfaces flúvio-marinhos.

5. Solos e vegetação
5.1. Estrutura e formação de um solo - manta morta, rocha-mãe, húmus, horizontes
5.2. Floresta tradicional e alterações contemporâneas
5.3. Cartas de solos e de coberto vegetal.

6. População
6.1. Evolução e distribuição territorial da população portuguesa
6.2. Estruturas etárias
6.3. Censos de população e características socioeconómicas
6.4. Fluxos demográficos - internos e externos.

7. Atividades económicas
7.1. Agricultura e setor primário
7.2. Indústria
7.3. Áreas urbanas - comércio e serviços
7.4. Transportes e comunicações.

8. Introdução aos SIG
8.1. Imagens raster e vectoriais
8.2. Associação de tabelas de dados a pontos, linhas e polígonos georreferenciados
8.3. Relações topológicas
8.4. Executar queries
8.5. Implementar buffers
8.6. Layers, shapes e organização de geodatabases
8.7. Usar ferramentas da Web (Google Maps, Virtual Earth) em situações concretas.

Avaliação Final
Destinatários/as
O curso destina-se a trabalhadores integrados nos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC), elementos nomeados para funções nos SMPC e outros trabalhadores das autarquias locais com responsabilidades relacionadas à segurança coletiva.
Pré-Requisitos
Este curso não apresenta pré-requisitos
Coordenador Científico
José Fernando Alves
Coordenador Pedagógico
Mariza Moreira
Metodologias de Formação
Todas as ações de formação abrangem métodos e técnicas de formação diversificadas, adequadas pelos formadores às características dos formandos, aos conteúdos a abordar e ao momento formativo. Recorremos sempre a metodologias adequadas aos adultos. Serão utilizadas diferentes metodologias de formação, como método expositivo; interrogativo, demonstrativo e ativo. Simultaneamente serão trabalhadas as técnicas de: debate, brainstorming e trabalhos práticos individuais. Nesse sentido, a formação é desenvolvida com uma componente essencialmente prática, tendo em conta os interesses e as motivações do formando, de modo a permitir-lhe aperfeiçoar os seus saberes e capacidades, rentabilizando-as em todas as esferas da sua vida.
Métodos de Avaliação
Enquanto componente do processo formativo, procura-se garantir um sistema formal e rigoroso de avaliação da formação.

- Avaliação das Aprendizagens que considera os seguintes momentos: diagnóstica (aferição de pré-requisitos), contínua (participação, empenho, atividades realizadas) e sumativa (exercícios e testes e/ou exames finais, se aplicável).
- Avaliação da formação, realizada com recurso a inquéritos de satisfação de formandos, de formadores e de coordenadores.
Certificação
O Certificado Profissional da INCURSO é emitido no fim da formação através do Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa (SIGO), na área criada especificamente para o registo das ações de formação não inseridas no Catálogo Nacional de Qualificações, ao abrigo do n.º 6 do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 396/2007, de 31 de Dezembro e Portaria n.º 474/2010, de 8 de Julho, ficando associado ao Passaporte Qualifica - Registo Individual de Competências do formando.
- No final do curso os formandos que obtiverem registarem assiduidade mínima de 80% e aproveitamento têm direito a um Certificado de Formação Profissional conforme legislação em vigor.
- Os formandos sem assiduidade mínima e/ ou aproveitamento recebem uma Declaração de Frequência de Formação Profissional, na qual onde constará carga horária e módulos da formação.
Requisitos de Frequência
Requisitos de Frequência para a Formação Online: Cada formando deverá estar munido de um computador com ligação estável à internet. É recomendável para o bom funcionamento da sessão e interação entre formador e formando, deverão estar assegurados: webcam, microfone e colunas ou auscultadores. É desejável que os formandos tenham conhecimentos de sistema operativo windows na ótica de utilizador. Recomenda-se que seja feito acesso prévio à plataforma para testar os sistemas e a acessibilidade.
Mais informação
Testemunhos